Lesson 1, Topic 1
In Progress

Separador de Condensados

Ao comprimir o ar, surge um excesso de vapor de água, pois estamos a colocar uma maior quantidade de ar num espaço mais reduzido, o que provoca a existência de uma maior quantidade de vapor de agua por unidade volumétrica (humidade relativa). O aquecimento causado pela compressão, seguido da refrigeração entre os andares de compressão, provoca a condensação desse vapor de água e o aparecimento de hidrocarbonetos gasosos (vapor de óleo).

O separador de condensados colocado entre os andares de compressão, faz a separação dos condensados (vapor de água e hidrocarbonetos gasosos) do ar. Para expulsão dos condensados existe uma torneira de purga, automática ou manual. Esta última deve ser purgada aproximadamente de 20 em 20 minutos.

PROTEÇÃO DO AMBIENTE


  1. Indicador de nível
  2. Válvula de segurança
  3. Carvão ativado
  4. Entrada do condensado
  5. Reservatório em plástico
  6. Flutuador
  7. Condensado
  8. Mangueira de entrada
  9. Interruptor de nível

Os condensados devem ser recolhidos num recipiente de plástico, ao qual são ligados os tubos provenientes das torneiras de purga, que não devem ser lançados indiscriminadamente no ambiente mas sim entregues a empresas especializadas no seu tratamento.

Há recipientes de recolha feitos especialmente para este fim que têm um “amortecedor de expansão” para reduzir o barulho e a expansão dos gases durante a descarga da purga, retendo vapores residuais. Alguns destes recipientes têm indicadores de nível, possuindo um sistema sonoro de aviso para evitar que o líquido transborde, que pode estar interligado com o sistema automático de paragem do compressor.

FILTRAGEM


O ar que vai ser utilizado para respirar após a sua compressão num recipiente (a garrafa de mergulho) deve ser de alta qualidade para não provocar qualquer tipo de acidente que poderá por em risco a vida do mergulhador. Esta alta qualidade obtém-se utilizando processos de filtragem que se destinam, não só a eliminar as poeiras e gases tóxicos que porventura existam no ambiente, mas também os componentes químicos que se formam durante o processo da compressão, mantendo o compressor de forma cuidada. Como é óbvio estas filtragens obtêm-se utilizando filtros adequados.

PRÉ-FILTRO

Este filtro está colocado na entrada da mangueira de admissão de ar, e serve para evitar a entrada de partículas de dimensão média.

MICRO-FILTRO

Posicionado no corpo principal do compressor, imediatamente no final da mangueira de admissão e antes do 1º andar, serve para reter as poeiras e partículas de mais pequena dimensão.

Os filtros nunca devem ser limpos com produtos nocivos para o aparelho respiratório. O micro filtro quando saturado deve ser substituído e nunca lavado

FILTRO TRIPLEX


Situado imediatamente antes da válvula de retenção, é composto por três elementos, correspondendo cada um deles a uma determinada função:

SILICAGEL

Retém a pouca humidade existente.

CARVÃO ATIVADO

Absorve poluentes, como o monóxido e dióxido de carbono e retêm os odores provenientes de hidrocarbonetos.

FELTRO

Retém as partículas sólidas que eventualmente existam no ar.

COMPOSTO MOLECULAR

Retém as mais pequenas partículas de humidade.

As purgas existentes permitem a eliminação dos restos dos condensados no final de todo o processo de filtragem. Tal como as purgas do separador de condensados, estas devem ser accionadas aproximadamente de 20 em 20 minutos.

A vida útil do filtro é estabelecida pelo fabricante e tem relação directa com a temperatura ambiente e a humidade relativa existente no ar. A duração do filtro é função das horas de funcionamento, daí a importância da existência de um conta-horas para sabermos quando proceder à sua substituição e qual o estado de conservação da máquina.

Existem sistemas de filtro em que o controlo da sua duração e do processo de purgas é feito automaticamente por um sistema de válvulas electromagnéticas comandadas por um dispositivo electrónico.

Após termos falado nos componentes principais dum compressor, pode ver-se na figura um esquema da sua disposição, onde são mostrados os diversos componentes e a sua posição relativa ao fluxo do ar através da máquina.